Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020

O Espírito da Paz

espaz.jpg

 

Sobrevivente da última razia feita pelo olx, não sei bem porquê, sobrou "Espírito da Paz". Não sei porque compraram a correr algum do lixo que fui empilhando, poupando para mim aquilo que bem poderia ter tido razão para ser levado. Na minha fraca memória, esqueci, ao longo de muitos anos de mágoa severa, que este disco, que um dia parei abruptamente de ouvir a fim de continuar a respirar é, paradigmaticamente, o vértice da música portuguesa. Vértice ou aresta, não sei. É como se fosse uma única onda num imenso mar: A música portuguesa antes de Espírito da Paz; a música portuguesa depois de Espírito da Paz.

 

Mas foi precisamente esse que ficou.

 

Então, à antiga, que eu não apanho boleias de modernices com facilidade, ripei para o computador que já não tem suporte do fabricante mas tem leitor de CDs, e daí para o telemóvel que, à falta de melhor, tem leitor de mp3.

 

---

 

Não faz muito tempo que relatei que um tipo de quem já não me lembrava de alguma vez tivesse existido, voltou, teletransportado a partir das entranhas da juventude. Reapossou-se da minha cabeça, do meu espírito, da minha fé. Só não sabia, então, que a existência desse moço é a prova de que o sangue ainda me corre. E posso explicar.

 

Do equilíbrio entre a sanidade e o sentir, saí de casa, bem cedo, como sempre faço, em busca de divina luz. O frio cortava-me a testa e fazia ressaltar a mesma tristeza doce de que é feita a calçada brilhante de Sol prateado rente. Os meus passos gelados eram absorvidos pelo som nos fones.

 

A última dose dos três génios. A minha cabeça debaixo do fogo cerrado do timbre de anjo de Teresa Salgueiro perfumando os meus passos, os nylons com quase trinta anos de ressonância de Pedro Ayres Magalhães apoiando o meu pescoço torcicolado de frio, os acordes mágicos de Rodrigo Leão fazendo os meus tennis verdes velhos flutuar, e à uma muito bem acompanhados por outros parceiros da mesma galáxia. Todos emsemblados valendo em somas de partes sinergiazadas ainda mais do que já valiam, e valem, cada um por si.

 

Já me tinha esquecido que era assim que se faziam sentimentos. Esqueci, com intervalo de décadas, o que era arte, ou engenho similar. Aquilo que nos arranca de quem somos, e nos carrega às cavalitas para outro sítio. O mesmo sítio de onde vêm outros de nós para se integrarem em quem somos agora para que tudo volte a fazer sentido.

 

Integrei e abracei o moço, tal como me mandaram.

 

(Este post é dedicado ao João Leal, o melhor e mais criativo artista que já conheci.)


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020

Pets 36 - Efeito Inverno

pets36a.jpg


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020

Salmo 151 - Lamento Apócrifo

(Ao côro. Para serras eléctricas e martelos em bigornas.)

 

Pai.

Como eu odeio a indústria da riqueza que pontapeia homens e mulheres para longe da vida.

Como odeio ter trabalho, e falta dele, à mercê de homens e mulheres injustos que consomem os campos e as cidades como se fossem traças em guarda-fatos.

Como odeio que se venda privacidade ao mesmo preço do lazer.

Pai.

Como odeio de cada vez que desconfio que deixaste de saber como fazer milagres e entrego o meu coração a torturas desnecessárias.

Salva-me de mim. Salva-me de mim. Salva-me de mim.

Santo. Santo. Santo.


publicado por Leão Perplexo às 23:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Terça-feira, 14 de Janeiro de 2020

Avisos

Mais do que críticas cinematográficas, de quem realizou ou produziu bem, de quem fez a fotografia, que estúdio ou país de origem, ou mesmo o ano, devemos, em alguns casos, muito específicos, prestar atenção a statements a que outros se deram ao muito trabalho de produzir para cinema. Há alguns filmes que, independentemente de se gostar muito ou não, ou dos seus respectivos quadrantes ideológicos, contém argumentos que, pelo menos para pessoas simplórias ou paranóicas, como eu, funccionam como verdadeiros avisos à navegação.

Hunger Games (apenas o primeiro, os outros são réplicas fraquinhas para rentabilizar o franchise), Surrogates, The Giver, Elysium,The Circle, In Time, e até Wall-E, - e agora a série The Feed-, merecem considerações e melhor reflexão ao nível da filosofia, religião, ciência e até indústria, a fim de que consigamos perceber o que andamos cá a fazer.

E prontos, era só um aviso.


publicado por Leão Perplexo às 17:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Sexta-feira, 3 de Janeiro de 2020

Guia Infográfico da IC19 para Totós

Uso o IC19 desde que existe. Assim como fiz centenas de vezes a estrada aos ésses que lá estava antes dela, décadas atrás. Até de bicicleta já fiz a mal-amada. E uma coisa é certa: é uma estrada difícil de navegar, quer seja de dia ou noite; com Sol ou com chuva; com muito ou pouco trânsito; com ou sem Waze; e independente do veículo e seu estado. Não é à toa que, em Portugal, é considerada a estrada da morte e não é para menos.

E percorrer esta estrada é, acima de tudo, um exercício mental. Conhecer os outros! Conhecer os outros utentes do IC é primordial. Aí sim, reside o busílis da questão. Aí se encontra o cerne de toda a problemática.

Com tantas horas de experiência, aquilo a que me proponho, neste post, é criar um guia infográfico para todos os que lá têm que passar, quer de visita, ou como necessidade habitual. Estou certo que, com as minhas valiosas dicas gráficas sobre "os outros", que aprimorarão a percepção, a vida do viajante ficará bastante mais cómoda e fácil. Aqui vai...

 

IC19-1.png

 

IC19-2.png

 

IC19-3.png

 

IC19-4.png

 

IC19-5.png

 

IC19-6.png

 

IC19-7.png

 

IC19-8.png

 

IC19-9.png


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Quarta-feira, 1 de Janeiro de 2020

Voto 2020

A primeira meia-hora do ano, passei-a deixando as visitas na sala e quase abraçado à minha cadela em pânico, a um canto da casa, a tremer e a chorar. Tal como o ano passado. E no outro anterior.

O meu voto para o final deste ano em que agora entramos, visto que outros votos só os conseguimos que se cumpram se realmente quisermos e nos empenharmos, é que metam os foguetes onde mais vos for mais familiar. Usem-nos só nas vossas casinhas.


publicado por Leão Perplexo às 17:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Domingo, 22 de Dezembro de 2019

Deve Ser de Mim

Deve ser de mim. Sou eu que não entendo.

Mas então agora a medicina não está cada vez mais desenvolvida? Saúde melhor, sim. As redes sociais não nos aproximam mais? Comunicação melhor, sim. Melhores negócios. A tecnologia não arranjou maneira de o nosso trabalho estar facilitado até ao carregar do botão? Trabalho melhor e rentável, sim. Não estamos todos rodeados de cada vez mais bens materiais? Melhor produtividade doméstica, sim. Não temos todos acesso a futebol, cinema, televisão, gadgets, etc.? Melhor, maravilhoso lazer, sim.

Então, afinal, porque é que os antidepressivos e ansiolíticos nunca foram tão vendidos em Portugal?

 

Bem, se calhar porque tudo isto é a superfície. Talvez a "felicidade" não venha agrafada com estas coisas. Talvez ainda não tenhamos chegado ao caroço do que procuramos. Ou talvez nos tenhamos, simplesmente, afastado dele.

Mas isso sou eu a falar. Deve ser de mim. Sou eu que não entendo.


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Sábado, 21 de Dezembro de 2019

Gamaliel

gamaliel.png

E é hoje mesmo, se Deus quiser. Está marcado acontecer entre amigos: A estreia mundial de Gamaliel! O protótipo de Jogo de tabuleiro que irá revolucionar os serões dos cristãos e seus olhos massacrados por décadas de écrans. Worldwide!


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | ver bitaites (1) | favorito
Domingo, 15 de Dezembro de 2019

Babettes Gæstebud

"A Festa de Babette", em português, ou melhor, Babettes Gæstebud, originalmente, é um filme de eleição que não pode ser entendido em boa parte da sua plenitude senão por cristãos protestantes de berço ou, no mínimo, terão todos os outros de fazer uma certa acrobacia mental, arrasada de preconceitos para o conseguir.

Do drama amoroso da juventude até ao final feliz dos maratonistas da vida, passando pela discreta pura comédia feita de caviar e sopa de tartaruga, não pode o espectador passar incólome a uma tão fina narrativa tricotada por pinças feitas de arte, tal como incólome não pode passar a falibilidade da fé posta à prova de cada personagem, a ocorrer debaixo do céu agreste da Jutlândia do século XIX, e pelos motivos mais surpreendentes que possamos pensar.

Em suma, de tão esmagadoramente simples e modesto, porém profundo, meticuloso e delicioso que é, ou não fosse falado em dinamarquês, este é o filme que Hollywood jamais poderia realizar.

Para minha felicidade.


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Segunda-feira, 9 de Dezembro de 2019

Sexta-Feira Santa

Não é que eu seja um cliente importante. Raramente vou a shoppings e quando vou não me meto em aventuras de compras malucas. Por isso, não, não sou um cliente com opinião a ter em conta.

Mas se "black friday" é sinónimo de chamar mais pessoas para fazer compras, comigo tem um efeito contrário: Esse é um dia perfeito para ser impossível me apanharem por lá.

O bom desses dias é que cá fora o espaço fica bastante mais livre e respirável.


publicado por Leão Perplexo às 09:27
link do post | mandar um bitaite | favorito
Domingo, 1 de Dezembro de 2019

Trotinetes

20190619_125731.jpg

Parece que já há muita gente descontente com as trotinetes.

 


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Sábado, 30 de Novembro de 2019

Você Viu a Luz

Gabigol: "Jesus mudou a minha vida".

Caro Gabigol, e isso é muito bom! Essa felicíssima frase é partilhada por cerca de 2,3 mil milhões de pessoas, espalhadas por todo o planeta, e muitas delas nunca viram um jogo de futebol.


publicado por Leão Perplexo às 14:53
link do post | mandar um bitaite | favorito
Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019

Flour Moon

20190329_064316.jpg

Só a Vandinha me faz viajar no espaço. Mesmo que gastronomicamente.


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Domingo, 24 de Novembro de 2019

Um Palácio Chamado Desilusão

"Rainha Isabel II terá "perdido o controlo" do palácio, diz especialista." (in Sapo Lifestyle)

E é bem verdade! Já há uns bons anos atrás, o primeiro sinal de alerta tinha sido dado quando o palácio foi apanhado numa esquina, não muito longe de Trafalgar Square, a fumar um charro na companhia de amigos de "qualidade duvidosa", para usar de um eufemismo. Depois, e até pela pressão de outros palácios reais, antigos companheiros de pólo e caça à raposa, tudo pareceu melhorar e voltar a entrar nos eixos, até que cerca de um ano atrás, por alturas do Boxing Day, a imprensa inglesa, com particular insistência do insidioso The Sun, noticiava-se um escândalo envolvendo tráfico de cottages de Inverno e até pequenos solares ajardinados, via marítima para as Américas, em contentores, numa mega-operação criminosa gerida na dark-web por palacetes manhosos de Sussex. Daí para cá foi um espiral negro de conspirações, traições e contradições na imprensa, para desgaste e desgosto de toda a família real.

Na origem de toda esta degradação, diz-se nas ruas de Londres, e poderá muito bem ser uma explicação plausível, estará um episódio de proibição por parte da catedral de Westminster, na altura longe dos ouvidos dos tablóides, de uma relação extra-conjugal do palácio com um pequeno castelo plebeu na Escócia, todo construído em pedra vulcânica.


publicado por Leão Perplexo às 07:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Sexta-feira, 22 de Novembro de 2019

CTT

20190516_135920.jpg

Uma miragem, nos dias que correm. A comunicação de agora perdeu todo o seu encanto.


publicado por Leão Perplexo às 06:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

A Voz do Trovão

Foi ontem de madrugada. Deviam ser cerca das duas da manhã, quando, sem mais nuvens ou outros anúncios extraordinários de precipitação, que acordei com um trovão que foi, seguramente, o maior que já ouvi.

O sono devia estar leve naquele momento. Acordei rapidamente, muito a tempo de o ouvir todo. Uma enorme explosão. O seu eco, de poder glorioso, permaneceu abanando toda a minha casa durante uns vinte segundos. Juro.

O mais impossível, além de todo aquele som irreproduzível pela Marvel às mãos de Thor, foi a junção do absoluto silêncio em que se deu, como um aviso divino, fazendo uma apresentação em contraste com todos os ruídos do dia-a-dia. Tive a sensação de estar, por momentos, na presença de Deus, dizendo-me que tivesse atenção à vida. Aquele local e tempo de encontro foram escolhidos e nada pude fazer para o evitar, mesmo que quisesse. Uma sarça ardente. Uma escada, com anjos subindo e descendo. Uma visão, com cordeiros alvos, serafins e sêlos de livros por abrir.


publicado por Leão Perplexo às 08:37
link do post | mandar um bitaite | favorito
Domingo, 17 de Novembro de 2019

Expo'98

20190619_134012.jpg

 


publicado por Leão Perplexo às 06:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Sábado, 16 de Novembro de 2019

Pensamento PAN BFF

Por causa da insensatez da velha história que é levar o cão a passear na rua para oberar à porta dos outros, ouvi a inqualificável frase: "Haviam era de matar o cão e enterrá-lo à porta do dono."

Ora, visto que os donos são os responsáveis pelos seus animais, este pensamento é de uma grande injustiça, cruel, indigno de uma sociedade humanista, e até revela princípios de ordem moral desorientados.

Para sermos justos, humanos e consequentes, haviamos era de considerar matar o dono e enterrá-lo à porta da casota do cão.


publicado por Leão Perplexo às 08:37
link do post | mandar um bitaite | favorito
Terça-feira, 12 de Novembro de 2019

Empata

empata.jpg

Há condutores do piorio. Empatam o trânsito todo e ainda pisam o traço continuo a torto e a direito...

 


publicado por Leão Perplexo às 06:07
link do post | mandar um bitaite | favorito
Segunda-feira, 11 de Novembro de 2019

I-Robot

Uma coisa que se esperava do Web Summit, era que trouxesse - de novo - a discussão sobre robots: Afinal, as máquinas devem ter direitos, ou não?

É claro que tenho a minha opinião. Mas isso não vem ao caso. Bimbys e aspiradores uni-vos!

Entretanto, aviso já que, se a Sofia pode passar a ter cartão de cidadão e descontos nas entradas nos museus, a minha máquina de fazer pão também não é de desdenhar de ter direitos: Além de não ter cor política, alimenta a malta cá em casa e é bem mais bonita.

Ó sim, apesar de não ter polegares oponíveis, ou discernimento possível para ir ao multibanco gerir a sua conta, mas visto o meu robot de cozinha ser eficiente na sua função, se isto der aso a subsídios, candidato-me já a ser eu o seu legal gestor.


publicado por Leão Perplexo às 06:07
link do post | mandar um bitaite | favorito

.pesquisar

 

.Janeiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
25

26
27
28
29
30
31


.linques

SAPO Blogs