Terça-feira, 14 de Novembro de 2017

A Longa Espera

Dizem que a vida é curta. Que é um tirinho, um vapor. Não acho. A vida é longa como daqui até perder de vista. Tão longa que não lhe vislumbro fim.

 

Ainda não faz um mês e escrevia aqui mesmo sobre humildade e dignidade. Quis o Grande Agricultor que não passasse mais tempo sem que lá voltasse, moído, para ser de novo amachucado como se fosse preciso ser sucata sem valor.

Andava sempre murmurante, que não me valorizavam, que era um desperdício e que tudo isto é uma dura pena sem fim. Durante anos pedi que me promovesse. Pedi ao Pai a minha parte da fortuna, para desbravar um novo país, à medida dos meus encantos e merecimentos. Na sua misericórdia, que os bons pais são assim, sábios e misericordiosos, e porque há filhos que não aprendem com as cabeçadas alheias, o Pai, triste, comprou-me a Via Verde para que eu pudesse ver com os meus próprios olhos. Conforme era de esperar, finalmente, que ele só regateia o que é estritamente necessário, abriu-se à minha frente a auto-estrada que tanto pedi.

 

Mas era um passo maior que a perna. Em histórias como estas, em que o amuo é vigente, a fome implacável acaba por chegar e os "heróis" passam sempre por encher o estômago de bolotas roubadas à socapa aos suínos de ocasião. Sim, cometi um crime entre a minha nova gente. Fiquei marcado de morte.

 

Aprendi a minha lição. Espero ter aprendido a minha lição. Nunca se deve trocar Paz pelo desconhecido, porque isso acabará, inevitavelmente, por gerar angústia. Nunca se deve trocar o pouco reconhecimento por reconhecimento nenhum porque isso, simplesmente, será doloroso. Nunca se deve trocar a serenidade, tempo e tranquilidade por noites mal dormidas, porque isso, dinheiro nenhum e reconhecimento nenhum poderão comprar de volta. Quem mistura cognac com trabalho acaba embriagado. A arte só será feliz dentro de portas, entre aqueles que amamos, mesmo que nós próprios sejamos os únicos a fazê-lo, a bem do alívio da alma.

Gostava que o Pai, o dono da vinha, me recebêsse de volta, nem que fosse para engraxar os sapatos dos empregados. Eu ficaria grato.

 

Não, não tinha o perfil. Hoje fui despedido e outra coisa não era de esperar.


Leão Perplexo às 23:28
linque do poste | mandar um bitaite
2 bitaites:
De Vanda a 15 de Novembro de 2017 às 08:12
Contudo manténs a humildade e reconhecimento, deixando o Pai agricultor agradado. Ele na sua misericórdia que é difícil perceber continuará a cuidar o seu lavrador.


De José Santos a 15 de Novembro de 2017 às 16:33
Meu caro amigo do coração, do meu e de Deus, e se não tivesses tentado...
Para os Bons que amam o próximo, haverá sempre uma nova oportunidade, porque tanto a Terra como o Céu, ainda não estão saciados de Homens justos.


mandar bitaite

pesquisar

 

Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30