Segunda-feira, 28 de Outubro de 2019

Um Soco Doloroso no Estômago às Voltas

Pensava que esse gajo já não existia. Aquele tipo paradoxal do cabelo comprido e pontas espigadas. Aquele jovem contraditório a quem a vida aleijava e deixava aleijado só pelo simples facto de que tudo não era perfeito. Aquele ser que devia ter vergonha de saber tudo não sabendo nada. Aquele rapaz feito de milhões de blocos minúsculos de solidão que nunca se encaixavam sem divina cola e que jamais verdadeiramente entendeu os outros ou a si próprio.

Aquele ser feito farrapos de carne, tripas e ossos todos juntos, fita-colados de pele. Aquele miúdo com borbulhas e fones que já não consegue contar a sua história. Aquele que já não sonha nem alguma vez alcançou o que em tempos sonhou.

 

Está de volta. Não sei que lhe faça.


publicado por Leão Perplexo às 10:27
link do post | mandar um bitaite | favorito

.pesquisar

 

.Janeiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17
18

19
20
21
25

26
27
28
29
30
31


.linques

SAPO Blogs